07/06/2017

Dicas para arrumar mala

como arrumar a mala
Tomas Laurinavicius

Oi seus lindos, o post de hoje tem como intuito te dar dicas super legais para arrumar a mala, então se for sua primeira vez passando por isso esse post é para você! Se não for, é para você também! Estou aceitando mais dicas nos comentários, fiquem a vontade e me ajudem.

Para quem não sabe esse ano eu vou fazer uma viajem internacional e passar lindos 20 dias fora e uma das missões mais difíceis e chatas tem sido arrumar a mala, simplesmente por que é tanta coisa que eu posso precisar e para mim tudo parece indispensável, mas ao mesmo tempo não dá para levbar muita coisa ainda mais quando se pretende trazer coisas de lá. Mas eu fiz uma lista de truques que me ajudaram e pode te ajudar:

1 - Faça uma lista de tudo o que você precisa levar.
Comece uns dias antes assim conforme você for lembrando vai adicionando mais itens, outra dica legal é esse planner de viagem da Loma, eu baixei ele e me ajudou muito.

2 - Olhe o site da sua companhia aérea.
Apesar de no geral as regras serem parecidas para todas as companhias, sempre tem uma coisa ou outra que varia. Se você você for fazer conexão ou usar mais de uma companhia área pesquise no site de ambas. As vezes o que uma libera de boa a outra tem uma rotina mais chatinha.

3 - Cuidado com o peso da mala.
A maioria dos vôos o limite é 1 mala de 23kg, mas existem alguns como por exemplo pro EUA que se pode levar até 2 malas de 32kg, agora se você pretende fazer voos internos lá o máximo é de 1 mala de 23kg. Então se você levar mais do que os 23 kg e resolver fazer um vôo interno vai pagar excesso de bagagem que geralmente é muito caro. A mala de mão geralmente tem o limite de 10kg.

4 - O que deve ir na mala de mão.
Os eletrônicos, carregadores, documentos, dinheiro, relógios, joias e objetos de valor devem sempre viajar com você. Na mala de mão, mochila ou bolsa. No caso do notebook você não pode despacha-lo de jeito nenhum.
Outra dica legal é levar uma muda de roupa e objetos de higiene, pois pode acontecer da sua mala extraviar ou ficar por engano no seu país de origem e até a sua mala voltar para você ou eles ressarcirem o valor dela você vai ficar se roupa ou escovas de dente.

5 - Organize as roupas em looks.
Sei que nem todo mundo gosta de montar looks e eu mesma sou do tipo que veste a primeira coisa que vê ou muda tudo o que tinha planejado. Mas separar suas roupas em looks te dá muitas opções, pois você consegue visualizar o que vai utilizar e recombinar as peças, assim se você faz 10 looks pode facilmente virar 20 e fica muito mais fácil quando você separar roupas neutras e fáceis de combinar entre si. Sem contar que evita de levar roupas que não vai utilizar e assim peso desnecessário.

6 - Use plastico uso filme nas embalagens.
A maioria dos frascos na mala de mão tem o limite de 100ml então não dá para levar a embalagem original lacrada e nem compensa pelo peso. Então para evitar que vaze e molhe todas suas coisas, coloque papel uso filme nas embalagens para selar.

7 - Economize nos sapatos.
Na hora de escolher a gente nunca sabe o que vai precisar e não adianta levar muitos pares de sapatos ou bolsas por que você não vai usa-los. Então leve o que é coringa: aquele tênis confortável para andar bastante, aquela bota (ou sapatilha) legal que você ama e usa para tudo e um chinelo para ficar bem confortável já está de bom tamanho.

Lembre-se nesse caso menos é realmente mais, já que você vai querer comprar mais coisas lá. E vocês tem alguma dica?


18/04/2017

Se dar um tempo faz bem.

Photo: Ben Waardenburg

No ano passado eu percebi que fazia anos que eu não me cuidava, eu simplesmente não conseguia desacelerar e prestar atenção em mim mesma, o que deixava meus dias estressantes e esmagadores. Eu sempre quis e me esforcei para agradar as pessoas ao meu redor, para atingir expectativas que não eram minhas. Toda minha inspiração tinha sumido, eu não sentia vontade de escrever, fotografar ou desenhar. O blog tinha virado uma "obrigação", socializar com as pessoas também.

Isso resultou em uma Aláina que eu não conhecia e de quem eu não gostava, foi uma época confusa e ruim para mim e provavelmente para quem me cercava também. Foi então bem no meio de mais um ano cheio, o temido TCC, muitos problemas e crises tensas de ansiedade, que eu finalmente fui aprendendo a dizer não, eu não posso ajudar, eu não posso ser quem você quer, eu não posso me tratar assim.

E esse é um dos motivos que eu dei uma sumida daqui do blog e também da vida de muitas pessoas, eu me permitir "não fazer nada", me divertir e fazer só que me desse vontade ou me fizesse sentir frio na barriga, não só para reavaliar a minha vida, mas também para descobrir o que eu queria. 

Esse é o motivo de eu estar abrindo meu coração para vocês hoje, por que se você está se sentindo assim também: na medida do possível se permita não fazer nada, a não responder na hora. Saiba que dizer não as pessoas faz também para você e a elas, algumas vão ficar bravas por que nunca ouviram um não antes, mas ta tudo bem: isso é problema delas e não seu.

As vezes desligar o celular, dormi, viajar, ver um seriado ou pintar o cabelo faz bem, claro que tudo isso em paz sem ninguém e dizendo o que ou como fazer, sem ninguém te impondo quem ser. Então sempre que puder:


  • De um tempo a si mesma. (Faça algo sozinha)
  • Diga NÃO quando não quiser fazer algo.
  • Se aproxime de quem te faz sentir livre.
  • Deixe as pessoas negativas e cruéis para trás.
  • Permita-se conhecer gente nova.
  • Acredite no seu potencial. (Comece pelas pequenas coisas)


Outro post que talvez te ajude seja esse da Loma •  O ano em que disse não • eu me identifiquei, percebi que eu não era a unica pessoa que precisava falar mais não e lembrei o quanto eu amo isso aqui e tenho sentindo falta de vocês.

Mas eae, me contem como anda da vida de vocês?

02/04/2017

Cuide do seu cabelo com o cronograma capilar


Oiiii vocês! Quem me acompanha no instagram (se ainda não acompanha, corre lá) sabe que no ultimo ano eu mudava de cor ou tom de cabelo o tempo todo, como resultado das várias descolorações e pouco cuidado, meu cabelo chegou num estado nada legal.


Resumindo:
Ele está bem seco, sem vida, com as pontas estiradas e frágil, devido a isso uma boa parte dele quebrou (acontece né). Então em dezembro eu resolvi sair do colorido e ficar ruiva, na verdade, o mais aconselhável era voltar para minha cor natural o castanho e ir apenas cuidando, mas essa pessoa aqui não consegue pro enquanto, voltar a ser morena. 

Eu sei que você está pensando: mas, o ruivo também estraga com o cabelo, sempre tem que retocar, não vai adiantar nada. Acontece que só de parar de ficar descolorindo ou fazendo soap cap e precedimentos do gênero, já ajuda e muito a não piorar a situação, o tom de ruivo que eu to não me incomoda desbotado e a raiz nunca liguei muito, então consigo dar pausas maiores entre os retoques.

Agora que já dei um resumão da historia, vou contar o que estou fazendo para tentar amenizar a situação. Comecei a fazer o cronograma capilar a mais ou menos duas semanas. Nessas duas semanas já consegui sentir um resultado quanto a quantidade de cabelo que caia, está caindo uma quantidade menor e em relação a quebra uma melhora considerável. 


Explicando o cronograma: é uma rotina de cuidados específicos para o cabelo, ele é composto por nutrição, hidratação e reconstrução, essas três etapas garante que você vá repondo todos os nutrientes que o seu cabelo precisa, a quantidade de cada uma delas vai depender do estado do seu cabelo. É o melhor tratamento que o seu cabelo pode receber.

Os produtos que estou usando:

Reconstrução: Recentemente conheci a linha doctor da Inoar, comprei a máscara de reconstrução para experimentar, e amei o resultado, você nota uma melhora bem significativa logo na primeira aplicação deixa o cabelo macio, devolve o brilho e um pouco da forma. Outro fator positivo é fato de não conter compostos como: silicones insolúveis em água, petrolatos, DEA e aldeídos. Eu estou fazendo uma vez na semana, pois meu cabelo implora por reconstrução.
Para reconstrução ácida eu uso o vinagre de maça: foi a primeira "intervenção" que fiz no cabelo e melhorou muito a parte porosa, o indicado é fazer a cada 1 mês ou até mais, mas como meu cabelo está muito danificado, eu estou pensando em começar a fazer a cada 15 dias.

Nutrição: Também estou utilizando a máscara da linha Inoar (inserir o que achei aqui), outros produtos que ajudam muito são o óleo de coco 100% natural e óleo de rícino para fazer umectação, mesmo usando a mascarra quando sinto que o cabelo está muito seco e sentindo falta de óleo durmo com uma misturinha de ambos no cabelo. 
Uma dica muito boa que recebi da @yespriscy me indicou dormi com óleo de coco três vezes na semana, uma dica super boa que vou começar a colocar em pratica, mesmo que com uma frequência menor tipo duas vezes e depois conto para vocês!

Hidratação: Eu queria usar a máscara da Inoar Doctor também, mas como eu não achei de jeito nenhum por aqui, estou usando um creme branco de hidratação intensiva da Salon Opus Treatmente Argan, na aparência o cabelo continua seco e quando passa a mão ele está macio, acho que dá esse efeito por que funciona melhor como nutrição talvez pelo Argan. Então eu estou adicionando bepantol a ela até achar a da Inoar ou outra máscara. 

Eu fiz essa escala e conforme vou sentindo alguma melhora vou mudando a sequencia, o cronograma te permite a criar sua própria sequencia conforme o seu cabelo precise, desde que você de uma pausa de 48 horas entre uma tratamento e outro. 



E foi seguindo essa rotina que eu consegui recuperar o meu cabelo antes de mudar de cor de novo. E vocês tem alguma dica sobre cabelos?